rogeriomarquescosta-versoseprosa
Só quem ama, vive o verdadeiro amor.
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
O MISTÉRIO NA ESCOLA

(Beatriz Macedo Matias Marques Costa – 8º C)

Num certo dia, Letícia estava indo para a escola, numa tarde linda, até que ela percebeu que um carro a estava seguindo. Ela parava e o carro também. Então, ela saiu correndo e o carro acelerou atrás, quando ela corria. Até que, em certo momento, ela despistou o carro, mas acabou que foi pega pelo mesmo.
Ela esteve bem à frente do carro e indagou:
- O que você quer comigo? Vá embora ... determinou a garota.
A pessoa, que estava dentro do carro, a pegou, pôs-lhe um pano na boca, colocando-a dentro do carro, e saiu correndo na direção do veículo. Ela tentou pedir socorro, mas não deu tempo.
Já havia começada a aula, todos estavam na sala, menos Letícia. Todos, na classe, perguntaram onde estava a Letícia.
Os pais de Letícia receberam um telefonema de um homem que falou:
- Estou com sua filha.
Quando seus pais iam dirigir pergunta ao desconhecido, a ligação caiu. No mesmo minuto, a mãe de Letícia ligou para a escola para saber se sua filha estava lá, quando ela ligou para a secretária Simone, que disse que sua filha não estava na escola.
A sua mãe ficou muito preocupada e olhou na casa toda e não a encontrou. Resolveu chamar a polícia, quando a mesma foi à casa de Letícia, começando a investigação policial. Foi à rua da escola para ver se tinha alguma pista. Quando chegou lá o policial deparou com a mochila da Letícia, até que resolveu abri-la e viu um bilhete que tinha sangue. Ele olhou para o chão e tinha uma arma falsa. Ele leu o bilhete encontrado na mochila que estava com os seguintes escritos:
“Olha, é do programa de pegadinha com pessoas para ver a reação delas, sendo sequestradas. Deve ser o policial que está lendo. Mas, desculpem, o sistema do programa deu errado e não tivemos tempo de  falar com os pais de Letícia sobre esta pegadinha. Então, com certeza, chamou a polícia. Logo, deixamos esta carta para vocês. Já falamos tudo para a Letícia, que agora vai para a c asa. Desculpe pelo mal entendido. Esse programa era de pegadinha e o foco era Letícia, sendo que o sangue na carta era meu, quando estava escrevendo esta, porque cortei-me e a arma era para assustá-la.”

THE END
BEATRIZ MACEDO MATIAS MARQUES COSTA
Enviado por ROGERIO MARQUES SEQUEIRA COSTA em 11/08/2021
Alterado em 11/08/2021
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários