rogeriomarquescosta-versoseprosa
Só quem ama, vive o verdadeiro amor.
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
Trova do poeta
O poeta é um artista,
não apenas fingidor,
arrisca ser pugilista
para lutar pelo amor.

Trova para duelar Fernando Pessoa


A partir desta trova, houve Redondes compartilhados em www.ablam-minimalistas.com.br


ACETETO I

O poeta é um artista,
não apenas fingidor,
arriscando pugilista
prá lutar por certo amor.

Se não der em um soneto,
com certeza, um aceteto,
que alivie a nossa dor ...
≈======================================

*Duetos*

*O POETA* – redondes encadeados

O poeta é um artista, (RM)
Não apenas fingidor, (RM)
Arrisca ser pugilista (RM)
Para lutar pelo amor. (RM)
Não joga a toalha no chão (AVL)
Nem fica gozando o irmão (AVL)
Faz o seu show de passista (AVL)
Não brinca com sua dor (AVL)
O poeta é um artista, (RM)
Não apenas fingidor. (RM)
                                 (Rogerio Marques e Alberto Valença Lima)                                
Não apenas fingidor... (RM)
Ele também é guerreiro, (FAG)
se a luta for por amor, (FAG)
do pelotão é o primeiro. (FAG)
Mesmo que minimalista (RM),
tem sua verve finalista. (RM)
Tem coragem e vigor, (RM)
um poeta vanguardeiro, (RM),
não apenas fingidor... (RM)
Ele também é guerreiro, (FAG)
                              (Francisco de Assis Góis e Rogerio Marques)
Ele também é guerreiro (FAG)
Buscando realizar (AL)
O seu sonho forasteiro (AL)
Muito dinheiro ganhar (AL)
O poeta tem coragem, (RM)
sem medo de vampiragem. (RM)
Com certeza, aventureiro, (RM)
sua sina é somente amar. (RM)
Ele também é guerreiro, (FAG)
buscando realizar (AL)
                           (Arthur Lazio e Rogerio Marques)
Buscando realizar (AL)
tudo que sonha e almeja, (FAG)
porém sem atropelar (FAG)
a ninguém nessa peleja. (FAG)
O poeta tudo faz (AVL)
Com seu poema em cartaz (AVL)
E com seus versos brindar (AVL)
Na poesia veleja (AVL)
Buscando realizar (AL)
tudo que sonha e almeja, (FAG)
                (Francisco de Assis Góis e Alberto Valença Lima)
Tudo que sonha e almeja (FAG)
Para si e a humanidade, (FAG)
É que a paz benfazeja (FAG)
Se torne realidade. (FAG)
Numa centelha de luz (RM)
Inspiração que conduz (RM)
Rumo ao que mais se deseja (FAG)
Que é a plena felicidade... (FAG)
Tudo que sonha e almeja (FAG)
Para si e a humanidade, (FAG)
                               (Francisco de Assis Góis e Rogerio Marques)

Para si e a humanidade, (FAG)
o filósofo e o poeta (RM)
declinam simplicidade (RM)
nesta arte de bom esteta. (RM)
Faz Academia em festa, (RM)
com aplausos e seresta.(RM)
Ficando a nossa amizade (RM)
na consecução da meta, (RM)
para si e à humanidade, (FAG)
o filósofo e o poeta.  (RM)


                

ROGERIO MARQUES SEQUEIRA COSTA
Enviado por ROGERIO MARQUES SEQUEIRA COSTA em 09/06/2022
Alterado em 11/06/2022
Copyright © 2022. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários